06 julho 2020

Como criar um Canal no YouTube

O Youtube é uma rede de crescimento, em que você pode ser descoberta.

Como maquiadora - ou qualquer outro profissional que vende seus serviços - deve fazer parte de sua estratégia criar conteúdos para mostrar o seu talento, se posicionar e atrair clientes.

E em algum momento, você provavelmente pensará em criar um canal do YouTube. Afinal, é a maior rede social de vídeos e uma das maiores fontes de consumo de conteúdo para maquiadores do mundo inteiro. 

O post de hoje é pra você que está pensando em começar um canal do Youtube, ou já começou gravar alguns vídeos e está querendo fazer um canal de sucesso no YouTube.

Organizamos 9 passos que consideramos fundamentais, vindos de quem já está no campo de batalha há um ano e meio, com 68 vídeos postados, segunda feira sim e outra também. Por isso a gente resolveu juntar toda nossa experiência e compartilhar o suprassumo com você.  

É fato que com a crise que estamos vivendo, as restrições de contato físico, cancelamento de eventos, migrar para o online parece ser um caminho natural. 

Mas nem tudo que parece óbvio é simples. E um canal do Youtube com certeza entra nessa categoria. Porque quando se cria conteúdo numa plataforma, você pode acabar sendo consumida pela demanda de trabalho que isso gera. Serão muitas coisas novas que você deve aprender, ou ao menos saber que existe, como algoritmo, engajamento, crescimento orgânico X tráfego pago etc. 

Então, para facilitar sua vida, acompanhe e coloque em prática os 9 passos fundamentais ao criar seu canal de sucesso no YouTube.  

1. ESTRATÉGIA

Tenha clareza do seu porquê 
undefined

Por que você quer iniciar um canal no Youtube? Qual é o seu propósito?  

O que a gente vê é que as pessoas estão vendo a internet e o online como a solução de todos os seus problemas. 

“Não tem cliente… Ah, então vou para o online...”

Só que não tem o menor rumo, a menor noção porque está criando aquele conteúdo, pra onde ele vai te levar e se está dando certo ou não.  

Na área de profissionais de beleza - seja maquiagem, seja cabelo, seja pele - existe um mercado imenso, mas também existem propósitos diferentes. Você pode estar criando seu canal para criar conteúdo para:

  • Suas possíveis clientes te encontrarem; 

  • Divulgar o seu trabalho como maquiadora;

Neste caso é um posicionamento muito mais nichado e muito mais focado

  • Quer ganhar dinheiro com o YouTube;

  • Virar youtuber;

  • Ficar famosa e receber produtos das marcas. 

Esse já é um posicionamento onde o objetivo é atingir um público de massa, bem maior, para ser relevante atingindo um grande número de visualizações. 

O Youtube é uma plataforma que exige mais planejamento e preparo para se criar e manter do que o Instagram, por exemplo.

Em compensação, ele é mais generoso, já que é uma rede de pesquisa e descoberta, é um ótimo lugar para crescer. Já que as pessoas interessadas no assunto do seu vídeo pode te encontrar pesquisando ou como sugestão do próprio Youtube, o que faz seus vídeos - quando são bons e interessantes - irem mais longe organicamente. 

Com o Youtube sua estratégia deve ser focada no longo prazo - porque as coisas não acontecerão do dia para a noite.

Ou seja, se você se imagina trabalhando como maquiadora daqui há 5 anos, agora é um ótimo momento para você começar a plantar a suas sementes. E cada vídeo que você sobe e produz no YouTube, é uma semente que está plantando. 

O Youtube é que é uma ferramenta de pesquisa, então se você quer atrair clientes da sua cidade, você pode criar vídeos como:

“Os 10 melhores produtos de maquiagem de farmácia em Bauru”

As pessoas que pesquisarem sobre um tema tão específico muito provavelmente já estão na região geográfica de onde você atende. 

E essa é uma diferença básica, uma possível cliente pode ativamente ir no Google ou no Youtube e colocar alguma das palavras chave, encontrar seu vídeo e com isso descobrir seu trabalho.

Já no Instagram você passa mais tempo falando com quem já te conhece, e as únicas formas de crescer e ser encontrada por pessoas novas é tendo seu conteúdo compartilhado, usando hashtags ou investindo em tráfego pago, ou seja, pagando a ferramenta para divulgar o seu trabalho para pessoas que ainda não te conhecem. 

Dito isso, dá pra perceber porque é fundamental ter clareza do porquê você está fazendo o canal no Youtube, a espinha que vai fazer todo o trabalho valer a pena. Sem isso, serão horas e horas de trabalho sem objetivo. 

Por exemplo, dentro da estratégia do Profissão Maquiador o YouTube é uma ferramenta muito importante. Nós começamos no Instagram - justamente por ser uma ferramenta mais fácil e onde poderíamos começar a criar relacionamentos com as primeiras pessoas interessadas no tema. Mas já tínhamos clareza desde o início do projeto que uma hora iríamos para o Youtube, que ele seria um dos nossos  maiores ativos. 

Porque gostamos de explorar com mais profundidade os temas que abordamos, porque ele é pesquisável, porque os maquiadores estão no YouTube. É o Youtube que leva a nossa mensagem. Então uma parte de nossa estratégia tem como base os conteúdos produzidos para o Youtube, e a partir dele o conteúdo se expande e se desmembra para outros lugares, como o blog, Instagram, Podcast e para o tráfego pago. 


2. PLANEJAMENTO

Organize o tempo que irá investir 

Planejamento é a alma do negócio. Gravar vídeo é o tipo de atividade que parece fácil, mas não é. Se você não se planejar minimamente, corre um grande risco de fazer uma, duas, três vezes e desistir. E não é isso que queremos, certo? 

E não estamos falando de algo rígido, mas um planejamento mínimo, por exemplo, quantos vídeos você irá postar semanalmente? 

Pra responder essa pergunta, você precisa ter clareza de quantas horas vai poder alocar dentro de sua agenda com outros afazeres para dar conta de mais essa demanda. 

O algoritmo do YouTube quer que você poste vídeo todo dia e toda hora. Mas vamos combinar, o algoritmo não é meu chefe, né? 

É você quem decide o que é realista pra você. 

A gente sempre conversa sobre isso: 

O que dá para fazer para a gente ter uma vida?

Quanto dá pra fazer com qualidade?

Sem deixar nenhuma outra frente descoberta?

Não dá para gente falar assim: hoje vou largar tudo e me dedicar ao Youtube. Primeiro porque é uma construção de longo prazo. E segundo porque gravar vídeos demanda trabalho em várias funções. 

Pense que se você vai começar sozinha, estará fazendo o trabalho que normalmente é realizado por uma equipe, numa produtora de vídeo ou emissora de TV. Teria a pessoa o apresentador, o diretor, o câmera, o técnico de áudio, produção, maquiador, diarista, assistente… 

Enfim, é seria muita gente envolvida e quando você se propõe a fazer um canal, ligar uma câmera e fazer sozinha - óbvio que não se compara com essa estrutura - você terá que estar ligada e gerenciando todas as etapas do processo.

Um vídeo que o resultado final tem 10 minutos, pode ter levado mais de 10 horas pra ficar pronto. 

Então seja realista.

Faça testes, marque quanto tempo gasta em cada etapa. Caso você consiga - por exemplo - trabalhar no seu canal uma vez por semana, pode pensar em pegar uma semana pra pesquisar os temas e fazer os roteiros, uma semana pra gravar, uma semana pra editar e a outra pra subir os vídeos. Se conseguir fazer 4 ou 5 vídeos, significa que terá um vídeo por semana.

Caso queira fazer 2 vídeos por semana, será o dobro do trabalho. Você dá conta?

Ter esse planejamento faz com que diminua muita a possibilidade de frustração, pois você pode começar num pique super animada, e depois fica num emaranhado de tarefas sem fim. 

É o planejamento que vai construir seus processos e gerar consistência, e o Youtube só cresce quando você tem consistência. O próximo vídeo é melhor do que o anterior, que é pior do que o próximo. É um tijolinho depois do outro, e você precisa ser consistente com o que você se propôs a fazer.

Anote tudo, quanto tempo gasta em cada etapa do projeto e vá acompanhando seu processo. Alguns assuntos podem demorar mais na pesquisa, mas depois serem mais rápidos pra editar, por exemplo. 

Aqui no Profissão Maquiador a gente mantém um arquivo de ideias para vídeos. Lá anotamos ideias, referências, dúvidas que recebemos em todos os nossos canais, assuntos que estão rolando. Esse tipo de planejamento pode te economizar horas.

Você ter um bloquinho de notas no celular, ou um arquivo em algum Drive na nuvem, o importante é ser acessível e que faça sentido pra você. 

Esse mínimo de planejamento é fundamental, porque se você se planeja de fazer um vídeo de maquiagem, você também precisa se preparar em relação aos produtos, o que vai precisar, a modelo, o lugar e etc.

Do ponto de vista de quem consome conteúdo é fácil assistir um vídeo atrás do outro e achar que é muito simples, mas a hora que você passa para o outro lado, um mundo novo se abre. 



3. CONTEÚDO

O que você tem pra compartilhar

Fato: se seu vídeo for irrelevante, não há produção que resolva o problema.  

A primeira pergunta que você deveria se fazer é:

“O que eu tenho pra compartilhar e porque isso é importante?” 

Não adianta sonhar em fazer vídeo todo dia, quando não se respondeu essa pergunta básica. Você verá que vale mais a pena ter um vídeo que tenha mais views, que seja mais relevante, que acerte a pessoa, do que ter um monte de vídeos que fale nada com nada e que não vão atingir as pessoas. 

É claro que a prática de gravar vários vídeos vai te ajudar a falar melhor, a ter menos vergonha e ir pegando o jeito da coisa. Mas forçar isso num período de tempo muito curto, pode ser um tiro pela culatra, porque você vai se sentir exausta e o resultado não será tão bom.

Conteúdo é fundamental, pesquisar o que vai falar, se vai falar sobre alguma marca, tenha certeza sobre o que está falando, a internet está cheia de gente só reproduzindo discursos prontos.

Se você vai trazer alguma coisa, pesquise, cheque as fontes, dê referências de quem você pesquisou. Vá construindo a imagem de que aquilo ali também é o seu trabalho.

Agora você também está no Youtube e preza pela qualidade de tudo o que faz. 

É claro, tem muita gente fazendo sucesso falando nada com coisa nenhuma, mas esse não é o objetivo quando você vai pro YouTube como uma profissional.

Você quer ser conhecida, que seja principalmente pelo o seu trabalho. Mostrar que você é uma maquiadora incrível que agora tem mais uma vitrine pra mostrar o seu talento. 

Agora você pode estar pensando:

“Ah, mas já tem gente demais fazendo vídeos. Não tem mais espaço. Tudo já foi falado. Pra que eu vou dar a minha cara a tapa pra falar mais do mesmo?”

4. PERSONALIDADE 

Tudo já foi falado, mas não por você. 
undefined

Você tem a suas opiniões, sua bagagem, seu passado, seu percurso. Tudo o que você viveu te trouxe até aqui, então mostre isso nos seus vídeos. 

Recebemos muitas mensagens dizendo: 

“Nossa como vocês são engraçadas.”

“Parece que estão conversando aqui na sala de casa.”

“Como eu queria ser amigas de vocês.”

Por que? Porque a gente traz a nossa verdade. Quem somos na vida real. 

Quando não estamos gravando, temos conversas exatamente como essa… e decidimos que compartilhar essas conversas poderia ser legal e relevante, por isso fazemos  vídeos nesse formato. 

Sabemos que no começo, existe essa barreira da câmera. Dá vergonha. A sensação que dá é todos que vão rir de você. Mas só começa… você vai pegando o jeito e achando percebendo o que te faz especial.  

Não force a barra. Seja quem você é.

Tudo já foi dito ou mostrado, mas não por você, pelo seu ponto de vista e jeito. E é com isso que as pessoas se conectarão.  Se você é séria, não precisa ficar fazendo palhaçada de forma forçada…  se é engraçada, fale as suas besteiras. Mas é óbvio com educação, sabendo que o Youtube pode te desmonetizar.   

As pessoas vão assistir ao seu vídeo porque se identificaram com você. Para ver a sua opinião, do jeito que você fala. É uma busca eterna você deixar transparecer a sua personalidade no que você faz, seja na maquiagem, seja nos vídeos que você grava, seja nas conversas que tem, seja no Instagram... Tudo o que você faze tem que ter um pouco de você.

Todos os outros já existem, a única forma de ser original é buscando ser você mesma.

Quando a gente busca ser o outro, fica fake, e as pessoas não vão se conectar. Claro, nos primeiros vídeos será difícil, você fica mais travada, provavelmente não será 100% você, a não ser que seja muito natural, que tenha feito teatro na escola, já tenha muita desenvoltura e tudo mais. Mas a maioria de nós tem essa dificuldade inicial mesmo.

Trazer quem você é, é fundamental, é o ciclo da vida. É trazer quem você é por inteiro, não quem você gostaria de ser, não quem você acha que as pessoas gostariam de ver. 



5. TÉCNICA

A parte de fazer foco, luz e apertar uns botões
undefined

Não caia na besteira que só poderá gravar um vídeo pro Youtube quando tiver uma câmera, um microfone e tudo o mais perfeito. Não é assim. Se você tem um celular e uma janela, você já pode começar a gravar. 

É óbvio que quanto maior a qualidade, melhor a retenção. Ou seja, mais tempo a pessoa permanece assistindo ao vídeo. Quando estamos falando de vídeo de maquiagem especificamente, é interessante ter uma imagem bem nítida, uma luz boa.

Só que não se prenda nisso, não ache que é necessário fazer um investimento milionário para começar no Youtube.

Nós começamos no celular, depois fomos para o iPad e estamos aqui na webcam por causa do coronavírus. E é isso aí, o dia que conseguirmos investir mais compramos uma câmera melhor, quem sabe um estúdio, alguém grava para gente #sonho. Mas ainda não é assim. Então a gente faz quase tudo.  

Só que além de pensar na qualidade e tudo mais, é super importante ter noção que tudo isso existe.

Ter noção que luz é importante, que às vezes faz uma diferença danada, que você pode ter uma câmera incrível, mas se colocar numa luz horrível adianta muito pouco um equipamento tão bom.

Tem que pensar se irá utilizar a webcam, como que instala, se precisa de um programa, como que funciona, se a linguagem que você vai usar pede um plano mais aberto ou mais fechado.

E vai usar duas câmeras diferentes, uma falando e a outra com a maquiagem. Quando se assiste um vídeo, tudo isso foi pensado, o importante é ter a clareza de que nada é por acaso, tudo foi planejado.

E quanto mais você pensar e se preparar, mais o processo de gravação será mais rápido e vai acontecer de uma forma tranquila. 

Imagina se você consegue uma modelo para gravar uma maquiagem para você, mas ela fala que tem somente duas horas para gravar. Independente se você esta pagando ou não, é fundamental respeitar o tempo do outro.

Afinal o combinado não sai caro e todo mundo tem seus compromissos. Ela chega e você não sabe onde colocar a câmera, o cenário está escuro, você não sabe ainda o que é contraluz, o tempo passa e falta só 40min para gravar e nem começou ainda.  

São situações de aprendizado, claro. Mas quanto mais você se preparar, poderá se dar ao luxo de cometer erros mais avançados e acelerar seu aprendizado. 


6. EDIÇÃO

Etapa que dá o tom ao seu vídeo 
undefined

Quanto menos experiência de gravação você tiver, mais tempo de edição será necessário. Então, prepare-se. 

Edição é muito importante, pois é ela que dá o tom e dinamismo ao seu vídeo,  especialmente no Youtube. As pessoas recebem muitos resultados para sua busca, por isso, os primeiros segundos do seu vídeo são muito importantes para reter a atenção. O que você fala ali no comecinho é o que envolve a pessoa.

Se enrola muito, tem muitos vídeos de linguagem, pausas muito longas, demora pra entrar no tema, você pode perder a atenção de quem está assistindo.

Ou seja, a edição serve justamente para deixar seu vídeo fica mais interessante, limpa e a sua mensagem mais clara. Nós brincamos que o Dani - nosso editor - tem a capacidade de salvar o vídeo. Porque em situações a gente fica realmente num papo e não sabemos se deu vídeo, mas daí vem o trabalho de edição que limpa umas coisas, coloca trilha, faz umas graças, adiciona letreiros, corta partes repetitivas e desnecessárias, junta trechos que fazem sentido estarem juntos pra dar continuidade. 

Calma, você não precisa contratar um editor logo de cara. Aliás, você consegue encontrar versões gratuitas de programas de edição. Quem sabe você não curte e se descobre super talentosa? 

O iMovie, Inshoot são bons programas com versões gratuitas que você pode começar a mexer. Lembre-se  que dentro do seu planejamento deve prever a edição do seu vídeo.

Quem vai fazer, quanto irá custar, se será você ou outra pessoa, quanto tempo entre você precisa entre gravar o vídeo e a edição ficar pronta, as possibilidades são infinitas.  

Ah, e a edição leva muito mais tempo que a gravação. Pra se ter uma ideia, 1 minuto de gravação leva mais ou menos 10 minutos de edição. Então, se você gravou 10 minutos, pode levar 1 hora e 40 minutos editando.

Entende como é fundamental ter tudo isso previsto no seu cronograma? Nós queremos que você continue tendo uma vida boa, equilibrada, com uma saúde mental e consiga gravar seus conteúdos de uma forma eficiente. 

7. SUBIR O VÍDEO 

O processo de disponibilizar seu vídeo na plataforma
undefined

Beleza, o vídeo ficou pronto, agora é só subir, num estalar de dedos, certo?

Errado. Não caia no erro de começar o processo de subir o vídeo 10 minutos antes do horário que ele deve entrar no ar. 

Existe a possibilidade no Youtube de programar os vídeos. O que pode ser uma mão na roda. Basta seguir os passos deste post, e colocar no seu cronograma o dia que vai subir seu vídeo com antecedência. Daí no dia e horário programado, ele vai entrar automaticamente e você pode estar vivendo sua vida. Atendendo, estudando, ou até gravando outro vídeo.  

Subir o vídeo vai muito além do Upload em si. Essa á a parte fácil, especialmente se você tiver uma internet rápida. 

Existem outras etapas que podem consumir mais tempo e energia do que você imagina. Especialmente se você quer fazer de uma forma profissional e realmente deseja ter resultados. 

-Título: Deve ser interessante, direto ao ponto, pesquisável. Você pesquisar no Google Trends para ver o que as pessoas estão pesquisando em relação ao tema, você preenche na barra do Youtube com algumas palavras chaves e ver o que aparece. Fazer título é uma arte, tem muita tentativa e erro envolvida e com o tempo você vai aprendendo mais e conhecendo o que atrai o seu público. 

-Thumbnail: é a imagem ou figurinha que fica ali na frente, então ela precisa chamar a atenção para fazer com que a pessoa tenha o interesse de clicar no vídeo. Não precisa necessariamente ter o título do vídeo, mas precisa gerar curiosidade. Busque referências, de uma olhada em canais que você gosta, vá pesquisa o que gere curiosidade, ou uma palavra, ou que gere um pergunta, até ficar a sua cara. 

Faça testes, quais vídeos você clica quando pesquisa algo no Youtube. Se tem 5 vídeos, por que você clicou naquele? Por que não clicou no outro? Tava feio? O que me deixou mais curiosa? Trazer essas perguntas pro seu planejamento importante também no processo de criação. Um lugar bom de fazer Thumb é o CANVA, eles tem uns layout bons e de graça.  

Porque você pode ser muito legal, incrível, ter uma personalidade ótima. Mas se o título e a thumb forem ruins a pessoa não irá clicar e não vai assistir. 

- Descrição: se você é maquiadora e aumentar o tanto de gente que te conhece, ficar conhecida e ser referência na sua região, então tenha um cuidado especial com a sua descrição. Coloque suas redes sociais, seus contatos, se tiver site e ou portfólio.

Uma coisa muito importante lembrar, é que o Youtube é o braço de vídeo do Google. E o que é o Google? É uma ferramenta de pesquisa, então assim, cada vez mais e mais o Google o traz resultados em vídeos para as pessoas. Por exemplo, se você coloca “como lavar panelas bem”, vai trazer alguns resultados de sites de blog, mas provavelmente, irá trazer lá em cima vídeos sobre o assunto. 

Isso acontece com qualquer assunto que você pesquisar. Então, pense no que as pessoas pesquisam, como elas digitam e como meu vídeo pode responder a pergunta de alguém. O erro que as pessoas cometem acreditar que quanto mais formal, melhor. Quando na verdade é pensar em como as pessoas vão digitar para pesquisar. 



-Palavras Chaves: são outros termos de pesquisa que têm a ver com o seu vídeo. Não adianta colocar uma palavra que bomba, mas que não tem a ver com seu vídeo. As vezes é uma coisa que tem a ver com seu vídeo, mas que não está no título, isso vai tornar o seu vídeo mais relevante para o assunto.  


8. ENGAJAMENTO

O que fazer quando seu vídeo já está no ar
undefined

Não basta colocar seu vídeo lá e esquecer.O YouTube quer que você interaja com os seus inscritos e quem assiste aos seus vídeos. O YouTube é capaz de gerar relacionamentos mais sólidos, já que a pessoa passa mais tempo ali com você. 

O Youtube é uma rede de crescimento, de você ser descoberta.

Às vezes a pessoa te descobriu do nada, por isso é importante ter na descrição suas outras redes sociais, responder os comentários. Imagina se a pessoa pensa em contratar o seu serviço, mas te descobriu pelo YouTube e deixou um comentário lá faz duas semanas e nunca teve resposta? Qual imagem você está passando? 

Diferente do Instagram, que é uma rede de relacionamento, que a pessoa te acompanha todo dia, vê seus stories e postagens.

E no Youtube, a pessoa te acompanha uma vez por semana, se ela parou o tempo dela para escrever uma mensagem ou comentário no vídeo, retorne... Isso vai fazer com que o Youtube entenda que você está ali não somente nos dias de postagem, mas que você está cuidando dos seus seguidores. 



9. CONSISTÊNCIA

Resultados virão com o tempo
undefined

Muito provavelmente você não vai bombar ou encher sua agenda usando o YouTube após 5, 10 ou 20 vídeos... O Youtube é uma rede que você vai se construindo e se consolidando.

Pense que cada vídeo que você posta é uma semente que você planta, principalmente quando são assuntos que não perdem a relevância tão rapidamente. Não são jornais de ontem, que só serve pra embrulhar peixe hoje.

A pessoa que descobre no nosso canal hoje provavelmente vai assistir todos os vídeos do canal que são relevante para ela. 

Então não desanime! Se você seguir todos os passos, será muito mais fácil.

Você terá planejamento, organização do seu tempo de gravação, de edição e etc. Para que tudo isso seja durável ao longo prazo. Não desista do começo. Sabe o que é começo de Youtube? Dois anos! Se você decidir criar um canal do Youtube, faça isso por pelo 2 anos sem grandes expectativas…

Claro, vá estudando e ajustando suas estratégias ao longo do caminho, mas não queira acelerar o processo.

Você vai crescendo de grão em grão.

Quando a gente fala que as pessoas te amam, é verdade. A sua audiência no Youtube é de qualidade. As pessoas que assistem o seu vídeo a tendência é elas consumirem mais o seu conteúdo e engajarem mais. 

A internet faz parecer que é muito fácil e rápido, que uma pessoa que estourou na internet em alguns meses virou youtuber milionário. Mas geralmente são anos e anos de trabalho para “acontecer do nada” os 15 minutos de fama. Mas a gente só enxerga a fama. 

A internet está cheia de pessoas, casas, vidas perfeitas, irreais e inalcançáveis. E parece que não interessa se é verdade ou mentira. Só que você é diferente. Ao menos nós somos diferentes e queremos mostrar a verdade. 

Assim como nós, você precisa  trazer sua verdade para o mundo. De gente fake o mundo está, não precisa de mais. Se for para fazer algo que não seja verdadeiro, fingir que é alguma coisa que você não é, nem faz. 

Traga sua opinião sobre maquiagem, sua visão de mundo, o que você acha sobre os produtos, o que você pensa sobre os padrões de beleza, sobre o papel da maquiagem dentro da nossa sociedade.

Faça a sua parte de abrir a conversa e levar o tema para outros lugares.

Ah, e se você está com alguma dúvida na sua estratégia: 

“Ok quero fazer um canal no Youtube, mas não será que eu já sou boa o suficiente: Será que minha carreira está indo bem? Será que é o momento de investir no Youtube? Ou se é o momento de investir em outra coisa?”

Se você não sabe nem onde está, como saber quais são os próximos passos e traçar uma estratégia? Pra você nós criamos o Mapa de Avaliação de Carreira.

Clique aqui para Baixar Mapa de Avaliação de Carreira 100% grátis

O Mapa de Avaliação de Carreira é um teste para você conseguir se localizar na sua carreira e até avaliar se faz sentido colocar o Youtube na sua estratégia, onde ele pode te ajudar, se é para conseguir mais cliente, se é para ampliar seu networking, se é para consolidar a sua marca profissional.

Sabendo de tudo isso, o Youtube pode te servir para o seu propósito, e não você ficar servindo o Youtube sem ter noção do que está fazendo.

Vem ver o vídeo que nós preparamos para te ajudar com a criação do seu canal!




E aí, você já estava pensando em criar o seu canal do YouTube?

Depois dessas dicas ficou mais ou menos animada?

Acredita que faz sentido dentro da sua estratégia?

Conta para gente!!


Um beijo! Até a próxima!



@profissão.maquiador